6 de mar de 2009

A pesca

A PESCA
Fim de tarde...parou de chover e o sol voltou a brilhar inundando o mar com sua luz fulgurante. A água dialogava com o anil.
Estanislau, magro, alto, angustiado, parecia tão fustigado pelas pancadas da vida e pelas areias do tempo. Mas agora não importavam mais as tristezas. Lembranças apenas! A natureza o convidava para aquela que seria uma das melhores pescarias da sua vida. Um banquete de alegria tomou conta de seu coração. Enquanto arrumava o anzol, a agulha, a linha, seu barco permanecia imóvel na água.
Estanislau entrou em seu barco confiante em uma grande pesca. Nas águas calmas e silecniosas, ele jogou a âncora na esperança de ser este o lugar ideal para ser grande dia.
O tempo passou e Estanislau nem percebeu que a noite chegava de mansinho e ele estava em alto-mar! Perdido, faminto, linhas e anzol adormecidos, a boaca, o arranco, o rasgão ficou só na sua imaginação. Olhou para o céu: pescou estrelas!
Atividade desenvolvida pelo grupo: Adão, Suzanne, Marli, Lucia, Selma e Vânia, a partir do texto "A pesca" de Affonso Romano de Sant' Ana

Um comentário: